18 de julho de 2024
Compartilhe:

Novas imagens mostram o momento em que agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Polícia Federal (PF) rendem os dois fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró (RN). Deibson Cabral Nascimento e Rogério da Silva Mendonça foram recapturados na última quinta-feira (4), em Marabá (PA), após 51 dia de buscas. A caçada aos fugitivos custou mais de R$ 6 milhões ao governo federal.

De acordo com os investigadores, os detentos estavam sendo monitorados desde que saíram do Ceará em um barco. Eles viajaram por seis dias pela costa brasileira até chegarem à Ilha de Mosqueiro, no Pará. De lá, saíram em um comboio rumo à Bolívia, passando pelo estado de Rondônia.

Ao chegarem no km 240 da BR-222, na altura de Marabá, os agentes federais renderam os fugitivos. Eles estavam em um comboio composto por três carros. Deibson e Rogério viajavam em veículos separados. Mais quatro comparsas foram presos no momento da recaptura.

As novas imagens foram gravadas pelas câmeras acopladas ao uniforme de agentes. Elas mostram uma perseguição e o momento em que os policiais descem do carro com armamento em punhos e ordenam que cada um dos suspeitos desçam do carro e deitem no asfalto com as mãos à mostra.

Durante a abordagem, Rogério chega a apontar um fuzil aos agentes, mas não atirou. Deibson não esboçou reação ou resistência à prisão. Nenhum tiro foi disparado na ação.

Em entrevista concedida à CNN na última sexta-feira (5), o diretor-geral-adjunto da PRF, Alberto Raposo, explicou que os agentes da Polícia Federal (PF) e da PRF, que atuaram na recaptura dos dois fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró, escolheram o local exato da abordagem aos criminosos para evitar troca de tiros.

Fonte: https://www.cnnbrasil.com.br/nacional/novas-imagens-mostram-momento-da-recaptura-dos-fugitivos-de-mossoro-veja/