17 de julho de 2024
Compartilhe:

As empresas lideradas por Elon Musk estão passando por um período de declínio financeiro e operacional, ligado a associações políticas controversas.

Em declaração ao UOL David Nemer, professor do Departamento de Estudos de Mídia da Universidade da Virgínia, Musk tem exibido um comportamento comparável ao de um “cachorro acuado”.

Especialmente afetada está a plataforma X, anteriormente conhecida como Twitter, adquirida por Musk por US$ 44 bilhões.

Atualmente, sua avaliação despencou para US$ 12,5 bilhões, representando uma desvalorização de mais de 70% em apenas um ano e meio.

Nemer aponta que, apesar do Brasil emergir como um dos maiores mercados para a plataforma, a queda no número de usuários ativos tem consequentemente levado a uma redução no interesse de anunciantes.

Além disso, a Tesla, outro empreendimento de Musk, registrou uma queda significativa no lucro antes de impostos, passando de US$ 13,7 bilhões para US$ 9,9 bilhões entre 2022 e 2023.

O empresário também enfrenta obstáculos no Brasil. Em agosto de 2023, uma tentativa de contrato exclusivo com a Starlink para fornecimento de internet por satélite a escolas foi cancelada pelo Ministério da Educação após pressão midiática, resultando na retirada da empresa do processo.

Esse episódio é interpretado por Nemer como um indício do comportamento desesperado de Musk diante dos desafios atuais.

Fonte: https://www.ocafezinho.com/2024/04/08/elon-musk-afunda-seus-proprios-negocios-ao-se-juntar-com-a-extrema-direita/