14 de julho de 2024
Compartilhe:

Responsável por apitar o Ba-Vi que decidiu o Campeonato Baiano neste domingo (7), o árbitro Emerson Ricardo de Almeida Andrade relatou, na súmula da partida, uma agressão do goleiro Adriel, do Bahia, ao bandeirinha Luanderson Lima. O episódio teria ocorrido após o apito final, e o arqueiro foi expulso.

“Expulsei com o cartão vermelho direto o atleta nº23 da equipe Esporte Clube Bahia, sr. Adriel Vasconcelos Ramos, após o término da partida, por protestar e agredir o assistente nº1 Luanderson Lima. Informo ainda que o referido atleta deu um tranco no oficial de arbitragem, protestando de forma irônica, aplaudindo. Suas palmas atingiram o rosto do assistente”, diz o texto do árbitro.

Bahia e Vitória empataram em 1 a 1 na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA). Como havia vencido por 3 a 2 o primeiro confronto da decisão, o Leão tinha a vantagem do empate para ficar com o título.

Outro jogador do Tricolor citado na súmula foi o atacante Biel. De acordo com Emerson, o camisa 11 teria proferido a ele as seguintes palavras: “você é incompetente, vagabundo, estava comemorando o título do Vitória”. O atleta, contudo, não foi punido.

Itatiaia entrou em contato com o clube para pedir uma posição sobre o tema, mas não obteve retorno até o momento.

Vitória “compromete segurança”

Ao término da partida, os jogadores do Vitória foram comemorar o título baiano no lado do campo em que fica a Bamor, principal Torcida Organizada do Bahia. Segundo o comandante do Batalhão Especializado em Policiamento de Eventos (BEPE), o ato comprometeu a segurança do evento.

“De acordo com o responsável da segurança, foram atirados vários objetos em direção ao gramado onde se encontrava os jogadores”, diz a súmula do árbitro.


Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

Fonte: https://www.cnnbrasil.com.br/esportes/futebol/campeonato-baiano/arbitro-da-final-do-baiano-relata-agressao-de-goleiro-do-bahia-a-assistente/