17 de julho de 2024
Compartilhe:

Foto: Reprodução

Um homem identificado como Gabriel Lopes, de 29 anos, foi condenado a sete anos e seis meses de prisão, por matar Wilson Max Santos, após briga por causa de cachorro, em Açailândia, distante 589 km de São Luís.

O crime foi em 2021, mas o julgamento foi agora. A vítima estava com o cachorro em um bar, quando Gabriel, que também estava no bar, começou a reclamar do comportamento do animal.

Após a vítima pedir para que Gabriel parasse de causar constrangimentos, o criminoso começou a agredir o cachorro com chutes. Uma discussão se iniciou entre os dois e o dono do bar pediu para que eles saíssem do local. Do lado de fora, Gabriel atacou a vítima com vários golpes de canivete, que morreu ainda no local.

Segundo a juíza Selecina Henrique Locatelli, titular da 1ª Vara Criminal e responsável pela condenação, o crime aconteceu por conta de uma discussão banal. Sendo assim, Gabriel não teve uma pena alternativa, como prestar serviços à comunidade, pagar multas, ou outras medidas que não incluam a prisão.

A juíza também decidiu não conceder a suspensão condicional da pena, que é a possibilidade de o condenado não ser preso, desde que cumpra certas condições, podendo ficar em liberdade condicional.

Porém, conforme a sentença, Gabriel pode aguardar em liberdade enquanto os recursos contra a sentença estão em andamento

Fonte:https://maismaranhao.com.br/outras-noticias/apos-matar-homem-em-briga-por-causa-de-cachorro-reu-e-condenado-a-mais-de-sete-anos-de-prisao-no-ma/2024/04/02/