18 de julho de 2024
Compartilhe:

Almir Sater como Rachid no remake da novela Renascer (Imagem: Reprodução / Globo)

No ar em mais uma novela da Globo, o ator, cantor e compositor Almir Sater chamou a atenção nos bastidores de Renascer. Atualmente vivendo o turco Rachid, o artista dividiu o personagem com um de seus filhos. 

Na primeira fase da novela o papel foi interpretado por Gabriel Sater, seu primogênito. Anteriormente, os dois também já haviam aparecido na mesma produção da emissora, já que estiveram no ar no remake de Pantanal. 

O famoso viveu o chalaneiro Eugênio, mas também havia feito parte da versão original como Xeréu Trindade. Esses trabalhos criaram ainda mais curiosidades sobre a carreira do veterano, que tem uma verdadeira legião de fãs. 

Enquanto isso, o turco vivido por Gabriel na primeira fase de Renascer teve um passado cheio de mistérios. Agora, Rachid retornou para trazer novos detalhes e revelações impactantes para a história adaptada por Bruno Luperi. 

Gabriel Sater como Rachid na primeira fase de Renascer

No elenco de Renascer, Almir Sater tem outros dois filhos além de Gabriel

O artista também é pai de Ian Sater e Bento Sater, mas nenhum deles seguiu a carreira de ator como o mais velho. Inclusive, esse Gabriel também já foi Xeréu Trindade no remake de Pantanal. 

Almir ficou conhecido pelo grande público quando interpretou o protagonista do sucesso Ana Raio e Zé Trovão, que se tornou um fenômeno. O ator também participou de O Rei do Gado, na Globo, e Bicho do Mato, na Record. 

Ian e Bento, os outros dois filhos do famoso, são parte da banda Suburbia e costumam ser muito discretos.  

Henrique CarlosHenrique CarlosHenrique Carlos

Apaixonado por televisão e cinema, desde 2009 trabalha com internet. Já passou por grandes veículos de comunicação e teve experiência no rádio. Atualmente estuda para continuar crescendo na área e pode ser acompanhado através do perfil @henriquethe2 no Twitter.

Fonte: https://rd1.com.br/voce-sabia-ator-de-renascer-dividiu-personagem-com-herdeiro-e-chamou-a-atencao-nos-bastidores/