17 de julho de 2024
Compartilhe:

A Polícia Civil prendeu, nesta terça-feira (9), duas pessoas suspeitas de participarem do latrocínio de um médico ocorrido em março deste ano, na zona norte da São Paulo. A autoridade policial solicitou a prisão temporária dos suspeitos e aguarda a decisão do Poder Judiciário.

Heleno Veggi Dumbá, médico de 35 anos, foi morto na noite de 29 de março após ser baleado durante uma tentativa de assalto na Brasilândia.

No local, econtraram o médico, dentro de seu carro, já sem vida e com ferimentos causados por disparos. Heleno era natural de Muriaé, em Minas Gerais, e trabalhava na capital paulista.

De acordo com o registro da ocorrência, o caso foi registrado como latrocínio no 72° DP (Vila Penteado).

A dupla foi conduzida à 4ª Central Especializada de Repressão a Crimes e Ocorrências Diversas (Cerco), onde o caso segue sob investigação. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, Outras diligências também estão em andamento.

Fonte: https://www.cnnbrasil.com.br/nacional/dois-suspeitos-sao-presos-pelo-latrocinio-de-medico-em-sao-paulo/