18 de julho de 2024
Compartilhe:
Foto: Haeckel DiasAscom-PC

Um homem foi preso em flagrante em Vilas do Atlântico, Lauro de Freitas, na última quinta-feira (4), sob a suspeita de abusar sexualmente de suas filhas de 9 e 11 anos, mantendo-as em cárcere privado. Os abusos ocorreram não apenas em Serrolândia e Feira de Santana, mas também na cidade onde ele foi capturado.

Segundo a delegada Simone Moutinho, responsável pela Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra a Criança e ao Adolescente (Dercca), as meninas são irmãs de mesmo pai.

“Ele perambulava com as meninas de cidade para cidade. Elas não estudavam e eram tratadas como escravas sexuais. Viviam para servir ele”, detalhou Simone Moutinho ao falar sobre o caso para a imprensa.

As investigações se iniciaram quando o suspeito, cuja identidade não foi revelada, registrou uma ocorrência acusando o avô materno de uma das crianças, numa tentativa de ocultar os crimes que cometeu, conforme informações do G1.

Quem denunciou os abusos?

Os abusos vieram à tona de forma inesperada. O suspeito procurou uma delegacia para relatar os abusos contra as filhas, acusando o avô de uma delas como autor dos crimes.

A versão apresentada pelo suspeito não convenceu a polícia, pois ele não compareceu à delegacia quando solicitado para prestar mais esclarecimentos. Além disso, não levou a filha, supostamente abusada pelo avô, para fornecer um depoimento especial.

Após descobrir que o suspeito havia registrado o boletim de ocorrência, a mãe de uma das meninas procurou a delegacia de Serrolândia, cidade onde o homem também possui uma residência, e negou a denúncia, acusando o ex-companheiro como autor dos abusos.

“Elas foram resgatadas, pediram ajuda e, nesse momento, narraram toda a tortura que sofriam. Além do cárcere privado e dos abusos, também eram torturadas”, explicou Simone Moutinho.

A comunicação entre as delegacias indicou que o suspeito estava em Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador. Quando os policiais chegaram ao endereço, o indivíduo já havia deixado o local.

No entanto, o veículo alugado por ele em Serrolândia foi rastreado pelas autoridades. A localização indicou o bairro de Vilas do Atlântico, em Lauro de Freitas.

A Polícia Civil informou que as crianças mantidas em cárcere privado foram resgatadas por equipes do Serviço de Inteligência da Dercca. O suspeito estava acompanhado de um casal de amigos, que também seria interrogado na unidade especializada.

Como estão as vítimas?

As meninas foram acolhidas e assistidas pela equipe multidisciplinar da Dercca, onde permanecerão até a chegada de suas duas mães a Salvador. Elas residem no interior do estado.

Além disso, durante a operação, a polícia apreendeu duas réplicas de revólver calibre 38 e uma pistola, utilizadas em jogos de AirSoft, além de quatro laptops, celulares e outros dispositivos eletrônicos na residência onde o suspeito estava.

Duas réplicas de revólver calibre 38 e uma pistola, usados em jogos de AirSoft, quatro notebooks, celulares e outros dispositivos eletrônicos foram apreendidos com o suspeito. — Foto: Divulgação/Polícia CivilRéplicas de revólver calibre 38 e uma pistola foram apreendidos com o suspeito pela polícia — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Fonte: https://www.diariodocentrodomundo.com.br/escravas-sexuais-e-sem-estudo-tudo-sobre-o-caso-das-irmas-de-9-e-11-anos-estupradas-pelo-pai-na-bahia/