17 de julho de 2024
Compartilhe:
Foto: Paula Monize – Cidadeverde.com/picos

O Diretório Municipal do MDB em Amarante (160 Km ao Sul de Teresina) entrou com mandato de segurança na Justiça para evitar um golpe partidário que está em andamento. A ação foi movida depois que a Executiva Estadual do partido, atendendo pedido do deputado Pablo Santos (foto), resolveu dissolver o diretório municipal em Amarante para beneficiar o pré-candidato da situação professor Adriano, aliado do parlamentar.
Os integrantes do MDB que continuam filiados no município pretendem manter a estratégia e organização para participação nas eleições em 2024.

Professor Adriano era filiado ao PP; mas manifestou interesse na filiação ao MDB, caso houvesse a dissolução do partido e seu grupo político passasse a comandar a sigla.
Embora tenha ocorrido a intervenção da executiva estadual, o atual pré candidato optou por se filiar ao Republicanos; e o grupo ligado ao deputado Pablo Santos no município foi além: utilizando o prestígio do parlamentar com os colegas da Executiva Estadual pediram a dissolução do diretório em Amarante, numa tentativa de evitar que a sigla pudesse fortalecer o partido no grupo da oposição.

O pedido foi atendido e o diretório municipal foi dissolvido. Para evitar o que considera um golpe, o atual dirigente do partido na cidade, Dedé da Farmácia, ingressou com mandato de segurança para garantir que o MDB continue existindo e possa, no tempo adequado, tomar a decisão que a maioria dos filiados remanescentes achar melhor.
A decisão sobre o pedido de liminar deve sair nas próximas horas.