17 de julho de 2024
Compartilhe:

A Polícia Civil investiga a existência de uma central de monitoramento montada por traficantes para fiscalizar moradores e monitorar a atuação de facções rivais e até mesmo das forças de segurança no Complexo de Israel, na zona norte do Rio de Janeiro. No local, cinco câmeras, que teriam sido instaladas por criminosos em postes, foram apreendidas durante uma ação na tarde da última segunda-feira (8).

Segundo uma informação repassada pelo Disque Denúncia, a instalação das câmeras aconteceu por determinação do traficante Álvaro Malaquias Santa Rosa. Conhecido como Peixão, ele comandaria o tráfico de drogas em cinco localidades do Complexo: Vigário Geral, Parada de Lucas, Cidade Alta, Cinco Bocas e Pica-pau.

“A suspeita [da constituição dessa central de monitoramento] é baseada em dados e informes que dão conta dessa prática pelo traficante Peixão. As investigações seguem no objetivo de confirmar essa suposta central de monitoramento, bem como identificar as pessoas que dão esse suporte técnico e logístico ao traficante Peixão”, explicou o delegado Flávio Rodrigues.

Dois homens, identificados como Robert Lucas Lima Barbosa e Edson dos Santos Berrando Junior, foram presos em flagrante por associação para o tráfico de drogas, em uma ação conjunta com a Polícia Militar. Eles seriam informantes da organização criminosa.

Edson foi preso quando realizava a instalação de uma câmera em um poste. Ele estava em cima de uma escada. Já Robert auxiliava no serviço. Aos policiais, os dois contaram que estavam ativando os equipamentos por ordem de uma empresa situada no interior da Comunidade Parada de Lucas.

Fonte: https://www.cnnbrasil.com.br/nacional/policia-investiga-central-de-monitoramento-de-traficantes-em-favela-no-rio/