14 de julho de 2024
Compartilhe:

Como verificar informações no Google e saber se são verdadeiras ou não? Em tempos de tanta informação, notícias e acontecimentos a todo momento na velocidade da internet, é um desafio checar o conteúdo que recebemos.

Hoje temos o mundo na palma da mão, com o celular podendo acessar todo e qualquer tipo de conteúdo. Mas ainda assim, somos bombardeados de imagens e informações falsas. Muitas vezes não sabemos em quem confiar, se aquela fonte de informação está correta, se não é uma imagem manipulada e por aí vai. 

Com o avassalador crescimento do uso da IA (Inteligência Artificial) tivemos avanços incríveis em muitas áreas, entretanto, também mais fraudes, golpes e uso indevido de imagens e informações mentirosas, as (infelizmente) populares fake news. É um desafio, mas podemos usar de alguns recursos para checar esse mar de conteúdo.

Leia mais:

Fact Check Explorer

Para começar a verificar informações no Google, você pode usar a ferramenta chamada Fact Check Explorer, que permite pesquisar diferentes tópicos sobre os quais há dúvidas. Essa ferramenta recolhe mais de 150 mil verificações de fatos de editores respeitáveis de todo o mundo. 

Para checar a veracidade de algum tema ou conteúdo, você pode abrir a página do Fact Check Explorer e digitar palavras-chave sobre o tema. 

Sobre este autor

Conhece um recurso chamado “Sobre este autor”? Também é uma boa alternativa para verificar informações no Google. Está disponível no canto direito de cada conteúdo encontrado pela busca. Quando as pessoas tocam nesses pontinhos, os leitores podem encontrar mais informações sobre o autor e a experiência das vozes que encontramos na Busca do Google. 

Aqui estão algumas dicas para identificar fake news:

  • Verifique a data de publicação. Se a suposta notícia não tiver data, faça uma busca na internet para saber quando o fato ocorreu (e se realmente ocorreu)
  • Preste muita atenção na URL, o endereço em que a notícia está de fato publicada
  • Nunca leia só o título e confira se o fato já foi publicado em outros veículos
  • Textos jornalísticos são revisados antes de serem publicados. Se o texto contém erros, desconfie
  • Cheque a informação em outros veículos mais reconhecidos
  • Consulte a fonte
  • Desconfie de textos alarmistas
  • Cuidado com vídeos, áudios e fotos, eles podem ser facilmente editados

Como é fácil ficar curioso sobre um boato que você ouviu em um bate-papo em grupo, não é mesmo? Organizações independentes de verificação de fatos podem já ter investigado o assunto. No Google você pode verificar informações de forma facilitada, com a localização de verificações de fatos publicadas por fontes independentes e confiáveis ​​na web. Se um artigo de verificação de fatos for relevante para sua consulta, você poderá ver uma prévia dele nos resultados da pesquisa. Esses resultados também exibirão trechos para ajudá-lo a obter rapidamente o contexto sobre uma reivindicação específica feita.

Imagem é tudo…será?

O Google lançou uma ferramenta chamada “Sobre esta imagem” para identificar imagens falsas. Esta ferramenta fornece informações sobre as imagens encontradas na web e permite que os usuários verifiquem se uma imagem foi manipulada ou gerada com o uso de inteligência artificial (IA). 

Para iniciar uma pesquisa de imagem inversa no Google Chrome, você pode:

  • Pressionar e segurar a foto que deseja verificar
  • Selecionar “pesquisar esta imagem no Google” 
  • A página de resultados mostrará o tamanho da imagem e onde mais ela pode ter aparecido. 

O Google também tem como parceiros editores de imagens como Midjourney e Shutterstock, com o objetivo de garantir que todo o conteúdo de IA que apareça nos resultados de pesquisa seja sinalizado. 

Você pode tentar identificar se uma imagem foi manipulada, para isso, preste atenção aos detalhes: reflexos e sombras, mãos e orelhas, metadados, ruído na imagem, ferramentas de verificação. 

Nem toda a imagem manipulada é considerada falsa. O importante é saber se o uso de ferramentas, filtros ou outros recursos foram capazes de tornar aquela imagem falsa, com cenários ou elementos que não condizem com o tema abordado.

Verificar informações no Google com a IA

A pesquisa generativa do Google é uma nova abordagem de pesquisa que utiliza inteligência artificial para gerar resultados mais relevante e mais útil. Segundo a empresa, se você se deparar com informações de um site desconhecido, a IA do Google pode ajudá-lo a saber mais sobre essa fonte. Descrições de fontes geradas por IA, respaldadas por websites de alta qualidade, estão em testes e têm potencial para fornecer um contexto muito necessário.

Essa funcionalidade pode ser especialmente útil quando a fonte em questão não tem uma página na Wikipedia ou não está incluída no Gráfico de Conhecimento da Google, fornecendo assim um nível adicional de transparência e confiança.

Em relação às informações falsas que se multiplicam muito rápido, desconfie. Textos em tom alarmistas, que contém erros gramaticais e que pedem compartilhamentos, em geral, são considerados fake news. Na dúvida, mesmo que não verifique, não compartilhe.

Dia Internacional da Checagem dos fatos

No dia 2 de abril é comemorado o Dia Internacional da Checagem dos Fatos, uma iniciativa da Rede Internacional de Checagem de Fatos. Coincidência ou não, a data é celebrada um dia após o Dia da Mentira e pode ser um convite à reflexão e ao exercício de responsabilidade sobre o teor de um conteúdo.

O post Como verificar informações e imagens falsas no Google apareceu primeiro em Olhar Digital.

Fonte: https://olhardigital.com.br/2024/04/10/dicas-e-tutoriais/como-verificar-informacoes-e-imagens-falsas-no-google/