18 de julho de 2024
Compartilhe:

Ex-diretor da FTX, Sam Bankman-Fried, o rei das criptomoedas, ficou muito conhecido por meio de suas longas entrevistas colocadas na internet. Nelas, ele contava como fez para se tornar um bilionário em apenas cinco anos. Porém, tudo isso mudou em 2022, quando ele passou a ser acusado de fraude e conspiração. 

Leia mais:

  • Bitcoin pode chegar a US$ 80 mil ainda neste ano? Corretora diz que sim
  • Efeito da IA: data centers podem dobrar consumo de energia até 2026
  • Conheça os 10 maiores donos de Bitcoin no mundo

Um pouco da história do rei das criptomoedas

Quem é Sam Bankman-Fried? Nascido em Stanford, na Califórnia, tornou-se um dos grandes empreendedores mundiais no ramo de criptomoedas. Formou-se em física e fez especialização em matemática no MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) em 2014. 

O rei das criptomoedas, como ficou conhecido, começou a carreira como trader na Jane Street Capital. Em 2017, deixou a empresa para abrir o próprio negócio, um fundo de hedge de criptomoedas chamado Alameda Research, com um escritório em North Berkeley, na Califórnia.

No final de 2018, Sam Bankman-Fried participou de uma conferência sobre criptomoedas em Macau e mudou-se para Hong Kong. Em 2019 fundou uma empresa irmã da Alameda Research, a FTX, que no ano de 2022 chegou a ser avaliada em US$ 32 bilhões (R$ 158,57 bilhões), com investidores como o Soft Bank BlackRock.

Depois, o proprietário mudou a sede das duas empresas de Hong Kong para as Bahamas, pois lá a taxa de imposto sobre as sociedades era mais baixa do que nos Estados Unidos e a parte de regulação era mais amigável. 

Sam esteve na lista Forbes 30 Under 30 por ser destaque entre os empreendedores abaixo dos 30 anos. Em 2023, após acusações de fraude e conspiração, o bilionário foi parar na lista de vergonha da Forbes, a Hall of Shame.

Acusações

Em novembro de 2022, a FTX entrou com um pedido de falência, pois começou a sofrer retiradas de bilhões de dólares. Um mês depois, Sam foi preso nas Bahamas após promotores americanos acusá-lo de fraude contra clientes e investidores.

O rei das criptomoedas ainda foi considerado culpado de cometer fraude contra credores da Alameda Research. Bankman também foi incriminado por lavagem de dinheiro. A acusação é de que o ex-CEO da FTX liderou as operações que levaram a empresa à falência de forma surpreendente e assim geraram um prejuízo de mais de US$ 8 bilhões (R$ 40 bilhões) para os clientes. 

A FTX quebrou quando os investidores perceberam que a exchange colocava os fundos da empresa junto com os de clientes e utilizava para realizar investimentos em projetos arriscados no mercado e gastos pessoais dos executivos. 

Condenação 

Sam Bankman-Fried, ex-CEO da FTX (magem: lev radin /Shutterstock)

Em 28 de março de 2024, ele foi condenado a 25 anos de prisão nos Estados Unidos. Quem determinou a pena foi o juiz Lewis Kaplan, responsável pelo caso desde 2022. 

Na sentença, foi destacado que as autoridades dos Estados Unidos solicitaram penas entre 40 a 105 anos de cadeia. Porém, o juiz resolveu dar uma punição mais tranquila. 

O post Conheça Sam Bankman-Fried, o rei das criptomoedas apareceu primeiro em Olhar Digital.

Fonte: https://olhardigital.com.br/2024/04/10/pro/conheca-sam-bankman-fried-o-rei-das-criptomoedas/