18 de julho de 2024
Compartilhe:

Nesta segunda-feira (8), a Receita Federal emitiu alerta sobre nova versão do golpe “Erro na Declaração do Imposto de Renda”. Os criminosos encaminham e-mail para a vítima, alertando-a sobre possível irregularidade em suas informações do Imposto de Renda (IR).

Se o usuário clicar no link enviado no e-mail, pode ter suas informações fiscais, cadastrais e financeiras repassadas às quadrilhas por trás do golpe. Entre as formas de isso acontecer é por meio do pishing, prática pela qual usuários são induzidos a instalar malware em seu dispositivo, que pode roubar informações contidas nele.

Leia mais:

  • Imposto de Renda 2024: você deve usar navegador, programa ou aplicativo?
  • Veja como declarar saldo de conta-corrente no Imposto de Renda
  • Aplicativo falso para Imposto de Renda rouba dados, alerta Receita

O Estadão reportou que, de acordo com a Receita, os criminosos utilizam-se de diversas técnicas para induzir a vítima a acreditar que o e-mail é verídico, desde usar a sigla do órgão e nomes dos destinatários conforme consta no Fisco, até citar legislações federais e o Código Civil, de modo que o contribuinte acredite que, caso não corrija as supostas informações erradas, corre o risco de cair na malha fina.

Golpe do Imposto de Renda não é novo

  • Assim como a entrega do Imposto de Renda, esse golpe não é novidade;
  • Ele se intensifica justamente no período de entrega do IR, que, este ano, vai até 31 de maio;
  • A Receita ressalta que jamais envia e-mails e mensagens solicitando correções em declarações;
  • Quando há erros reais na declaração, o contribuinte cai na chamada malha fina, sendo necessário acessar o Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC) para corrigi-la.
  • Essa informação pode ser acompanhada pelo site da Receita Federal, ou, então, pelo aplicativo Meu Imposto de Renda, disponível para iOS e Android.

A seguir, conheça algumas dicas para não cair no golpe do Imposto de Renda:

  • Desconfie de quaisquer comunicações pedindo dados pessoais ou que tenham a ver com o Imposto de Renda (caso seu software de e-mail tenha enviado e-mails desse tipo para a caixa de Spam, desconfie ainda mais e procure eliminá-los em definitivo);
  • Não clique em links ou abra arquivos esternos desconhecidos, que podem redirecionar para sites maliciosos ou instalar programas perigosos;
  • Busque confirmar (ou não) qualquer mensagem que supostamente pertença à Receita Federal, que costuma se comunicar com o contribuinte via e-CAC, site oficial e app Meu Imposto de Renda.

O post Golpe usa Imposto de Renda como isca; entenda como funciona e saiba como evitá-lo apareceu primeiro em Olhar Digital.

Fonte: https://olhardigital.com.br/2024/04/08/seguranca/golpe-usa-imposto-de-renda-como-isca-entenda-como-funciona-e-saiba-como-evita-lo/