17 de julho de 2024
Compartilhe:

Um estudo da Universidade de Nova Gales do Sul, na Austrália, fez uma revelação assustadora: boa parte da água do mundo está contaminada com produtos químicos potencialmente danosos à saúde. A análise mostrou que a concentração de PFAS, uma classe de substâncias presentes em uma variedade de produtos do dia a dia, é maior do que o limite seguro nessas fontes.

Leia mais:

  • Fim da sede? Novo sistema transforma água salgada em potável
  • Brasil tem a maior hidrelétrica em geração de energia do mundo; conheça Itaipu
  • Como saber se meus dados foram vazados na internet?

Produtos químicos: os PFAS

Primeiro, vamos entender o que são os PFAS. A sigla significa “substâncias per e polifluoroalquil” e refere-se a uma classe de mais de nove mil substâncias químicas comumente usadas para tornar objetos antiaderentes, impermeáveis e resistentes a manchas.

Ou seja, é comum encontrá-los em panelas, utensílios de cozinha, móveis, embalagens de alimentos, roupas, espumas e outros materiais. Segundo o IFLScience, os PFAS já foram identificados até em canudos de papel supostamente biodegradáveis.

Nos últimos anos, estudos têm indicado que essa classe de produtos químicos causa danos à saúde e ao meio ambiente. Alguns dos efeitos no corpo humano incluem metabolismo alterado, disfunção renal, doenças de tireoide e hormônios alterados, o que pode levar ao desenvolvimento de câncer.

Isso tem motivo reguladores a restringir o uso e regulamentar o descarte dessas substâncias.

(Foto: kosmos111/Shutterstock)

Presença na água

A quantidade de PFAS na água foi objeto de estudo dos pesquisadores australianos.

Eles analisaram fontes, relatórios governamentais, bancos de dados e pesquisas para coletar mais de 45 mil informações de um período de 20 anos. Veja algumas das revelações do estudo:

  • Grande parte da água no mundo excede os limites seguros de consumo de PFAS, em alguns casos em mais de 50%;
  • Vestígios das substâncias foram encontradas em fontes de água como barragens, mas não em água potável, já que esse tipo passa por um processo de purificação antes de chegar às torneiras de casa;
  • Nem todos os fornecedores de água medem rotineiramente a presença de PFAS, o que pode colocar consumidores em risco;
  • Em alguns locais da Austrália, a concentração de PFAS na água era acima do indicado, principalmente em instalações militares e de bombeiros, onde a espuma de combate a incêndio entra em contato com o líquido

Regulação dos produtos químicos

Um dos desafios no controle da presença dos PFAS na água é que atualmente as regulações divergem em cada país.

Inclusive, no Brasil não há uma regulação estabelecida. Um projeto de lei (2726/2023) propõem o controle desses produtos químicos, mas ainda não foi concluído.

O post Grande parte da água do mundo está contaminada com produtos químicos apareceu primeiro em Olhar Digital.

Fonte: https://olhardigital.com.br/2024/04/09/ciencia-e-espaco/grande-parte-da-agua-do-mundo-esta-contaminada-com-produtos-quimicos/