18 de julho de 2024
Compartilhe:

O governo da Itália está cogitando adicionar penas mais duras para crimes que utilizam ferramentas de Inteligência Artificial (IA). De acordo com a Reuters, o projeto de lei possui 25 artigos que estabelece princípios gerais para o “impacto nos direitos fundamentais” e riscos econômicos e sociais relacionados. 

O que você precisa saber: 

  • A lei prevê a utilização de tais ferramentas no setor da saúde e no sistema judiciário, centrando-se no seu impacto nas condições de trabalho; 
  • Ela também estabelece as bases para uma estratégia nacional de IA e reforça as sanções para a manipulação do mercado através de ferramentas de IA; 
  • Também estabelece multas para violações de direitos autorais por meio de IA e uma pena de prisão de até três anos para aqueles que empregarem tais ferramentas para substituir outras pessoas, visando as famosas deepfakes;  
  • Apesar da divulgação do documento, o projeto ainda está sujeito a alterações. 

Leia mais! 

  • 2024 será o ano da inteligência artificial
  • Conheça cinco tendências de tecnologia para 2024
  • 5 IAs gratuitas com voz de famosos e personagens

Questão crucial na União Europeia, o bloco está cada vez mais perto de adotar as primeiras regras do mundo sobre o uso da IA. Como reflexo disso, a primeira-ministra da Itália também enfatizou que, durante seu mandato de 2024, a tecnologia estará no centro das questões debatidas pelo governo. Vale lembrar que o país realizará uma cúpula para discutir a segurança da IA em junho. 

Segundo fontes à agência de notícias, o gabinete italiano deve dar luz verde inicial ao projeto de lei até o final de abril. Se aprovada, a proposta será então submetida ao parlamento para quaisquer revisões adicionais e aprovação final antes de entrar em vigor. 

O post Itália quer penas mais duras para crimes com IA  apareceu primeiro em Olhar Digital.

Fonte: https://olhardigital.com.br/2024/04/09/internet-e-redes-sociais/italia-quer-penas-mais-duras-para-crimes-com-ia/